"É Tudo Verdade" anuncia seleção nacional

Foram anunciados hoje pela manhã os filmes brasileiros selecionados para a 7ª edição do festival internacional de documentários "É Tudo Verdade", que acontece de 11 a 21 de abril no Rio, e em São Paulo de 15 a 21 do mesmo mês. Ao todo, são 32 filmes. A novidade desta edição 2002 é a criação de uma categoria de premiação dedicada a curtas-metragens, com 14 indicados.Para a competição internacional, foram escolhidos três produções cariocas: Viva São João!, de Andrucha Waddington, de Eu Tu Eles; Oscar Niemeyer - O Filho das Estrelas, de Henri Raillard; e Ota Benga - Um Pigmeu na América, de Alfeu Franca; Os três representantes nacionais vão disputar o prêmio principal com títulos estrangeiros ainda não revelados.Outros seis filmes integram a mostra dedicada a produções nacionais de longa e média-metragem: À Margem da Imagem, de Evaldo Mocarzel, editor do Caderno 2; A Cobra Fumou, de Vinícius Reis; Cientistas Brasileiros: César Lattes e José Leite Lopes, de José Mariani; Língua - Vidas em Português, de Victor Lopes; Nasceu o Bebê Diabo em São Paulo, de Renata Druck; e Rocha Que Voa, de Eryk Rocha. Os 23 títulos restantes distribuem-se entre as mostras de curtas nacionais, Programas Especiais e O Estado das Coisas (confira lista completa dos selecionados).Os vencedores da última edição do prêmio foram Sacrifício, dos suecos Erik Gandini e Tarik Saleh, na competição internacional, e A Negação do Brasil, de Joel Zito Araújo, entre os brasileiros.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.