"É Tudo Verdade" anuncia seleção de filmes brasileiros

A organização do festival de documentários É Tudo Verdade anunciou a seleção de ilmes brasileiros que serão exibidos na sua oitava edição, de 3 a 13 de abril em São Paulo e no Rio. São nove produções na categoria longas e médias metragens, e outras 12 entre os curtas. Alguns documentários selecionados têm temas que podem render boas bilheterias se chegarem ao circuito comercial.É o caso de Meu Tempo É Hoje ? Paulinho da Viola, sobre o príncipe do samba, com direção de Izabel Jaguaribe. Também promete o filme Recife/Sevilha, João Cabral de Melo Neto, com direção de Bebeto Abrantes, que fala do poeta brasileiro que viveu parte de sua vida em Seviha, no sul da Espanha, e dedicou um livro de poemas à cidade. Além destes dois, também destaca-se o filme Geraldo José ? O Som Sem Barreira, de Severino Dadá, que fala de um dos maiores técnicos do cinema nacional, o sonoplasta Geraldo José. A mostra O Estado das Coisas, que é parte da programação do É Tudo Verdade, mostrará oito documentários nacionais. O festival acontece simultaneamente em São Paulo e no Rio de Janeiro. No Rio, os filmes são concentrados no Centro Cultural do banco do Brasil, nas salas de cinema e vídeo. Em São Paulo, os documentários podem ser conferidos no CineSesc, Museu da Imagem e do Som, Centro Cultural do Banco do Brasil, Centro Cultural São Paulo, Itaú Cultural e Cinusp. Esquentando os motores para o oitavo É Tudo Verdade, o CCBB do Rio programou uma mostra de curta duração (1º e 2 de abril) com alguns dos documentários premiados em edições anteriores do festival. Estão na programação Rocha que Voa, de Eryk Rocha, O Velho, a História de Luiz Carlos Prestes, de Toni Venturi, A Negação do Brasil, de Joel Zito Araújo, Notícias de Uma Guerra Particular, de João Moreira Salles, Geraldo Filme, de Carlos Cortez, A Pessoa É Para o que Nasce, de Roberto Berliner, e Casa de Cachorro, de Thiago Villas Boas. Confira a lista completa dos filmes brasileiros selecionados para este ano. Longas e médias-metragens Abílio Pereira de Almeida, de Kiko MollicaCarandiru.Doc, de Rita BuzzarGeraldo José ? O Som sem Barreira, de Severino DadáMeu Tempo é Hoje - Paulinho da Viola, de Izabel JaguaribeO Caso Mateucci, de João Batista de AndradeO Prisioneiro da Grade de Ferro (auto-retratos), de Paulo SacramentoOs Melhores Anos de Nossas Vidas, de Andrea PasquiniRecife/Sevilha, João Cabral de Melo Neto, de Bebeto AbrantesRio, Um Dia em Agosto, de Maria Augusta Ramos Curtas-metragens A Ordem dos Penitentes, de Petrus CariryAurora, de Jurandir Muller e Kiko GoifmanBoi, de Edu Felistoque e Nereu CerdeiraCandeias: da Boca pra Fora, de Celso GonçalvesCerrar a Porta em Filme, de Pablo LobatoDormentes, de Inês CardosoHomem Voa?, de André RistumO Vento e o Tempo, de Sergio RoizenblitPapa do Pulp: R. F. Lucchetti, de Carlos AdrianoRio de Fevereiro, de Paschoal SamoraRua da Escadinha 162, de Márcio CâmaraVisionários, de Fernando Severo O Estado das Coisas Chame Gente ? A História do Trio Elétrico, de Mini KertiCotidiano da Cidade, de Luiz Eduardo LerinaMe Erra!, de Paola LeblancMesa Brasileira ? Episódio I ? O Pão Nosso de Cada Dia, de Ricardo MirandaNa Lona, de Wagner MoralesO Vício da Liberdade, de Flávia Lins e Silva, Eduardo Vaisman e Vinícius ReisRogério Duprat ? Vida de Músico, de Pedro VieiraTerra de Quilombo ? Espaços de Liberdade, de Renato Barbieri

Agencia Estado,

17 de março de 2003 | 13h24

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.