É grave estado de saúde de Marie Trintignant

A atriz francesa Marie Trintignant, que atuou em Betty, de Claude Chabrol, entre muitos outros filmes franceses, encontra-se em "profundo estado de coma", após ter sido supostamente espancada por seu noivo, o cantor francês de rock Bertrand Cantat, líder da banda Noir Desir. A estrela de 41 anos foi levada ao hospital no domingo, passou por uma cirurgia e foi operada novamente hoje para reduzir a pressão exercida por uma hemorragia em sua cavidade craniana, segundo informou o médico Robertas Kvascevicius, do Hospital Universitário de Vilna. Porém o estado de coma continua, sem melhoria alguma, acrescentou o médico em uma entrevista coletiva.A polícia suspeita de seu noivo, que foi internado no domingo no mesmo hospital, após ter ingerido "quantidades perigosas" de álcool, segundo a polícia, que começou a interrogá-lo hoje sobre o ataque ocorrido presumivelmente no Hotel Domina Plaza de Vilna, capital da Lituânia, onde Marie estava hospedada com sua mãe, seu filho e seu noivo. Filha do ator Jean-Louis Trintignant, Marie está na ex-república soviética desde junho, filmando Colette, uma produção franco-lituana que é dirigida por sua mãe, Nadine Trintignant e co-protagonizada pelo ator Lambert Wilson. Marie já foi indicada a cinco prêmios César, o Oscar do cinema francês, por seu desempenho como atriz coadjuvante nos filmes Un Affair de Femme, de 1988, Les Marmottes, de 1993 e Le Cousin, de 1998, e como melhor atriz em Le Crie de la Soie, de 1996, e Comme Elle Respire, de 1998. Marie está também em Ponette, de 1996, premiado na Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, conquistando o prêmio da crítica.As autoridades disseram que podem se passar dias e até semanas antes de optar por uma acusação formal contra Cantat.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.