"Durval Discos" vence Festival de Gramado

O filme de Anna Muylaert foi ovacionado pela platéia do 30.º Festival de Gramado na noite de quinta-feira, quando teve sua primeira exibição. A trama da cineasta é ambientada no bairro paulistano de Pinheiros e conta como uma criança pode mudar a rotina de uma família entediada que sobrevive graças a uma velha loja de LPs.Estrelado por atores como Ary França - que vive o protagonista - Etty Fraser, Letícia Sabatella, Marisa Orth e a cantora Rita Lee, o filme participou do laboratório de roteiros Sundance no Rio de Janeiro em 1998 e tem como um dos destaques a trilha sonora, produzida por André Abujamra e Pena Schimdt.O longa-metragem, que entra em cartaz em circuito nacional no dia 11 de outubro, foi aplaudido diversas vezes durante a exibição no Palácio dos Festivais (sede do festival gaúcho). Durval Discos marca a estréia na direção de Anna Muylaert e conquista sete kikitos no 30.º Festival de Cinema de Gramado, levando os prêmios de melhor filme, direção e roteiro, para Anna, fotografia para Jacob Solitrenick, direção de arte para Ana Mara Abreu e ainda o prêmio da Crítica e do Júri Popular.Confira a relação dos premiados em Gramado: Melhor filme Durval Discos, de Anna Muylaert Melhor direção: Anna Muylaert, por Durval Discos Melhor ator: Alexandre Moreno, por Uma Onda no Ar Melhor roteiro: Anna Muylaert, por Durval Discos Melhor montagem: Eduardo Escorel, por Dois Perdidos Numa Noite Suja Melhor atriz: Priscila Rozembaun, por Separações Melhor fotografia: Jacob Solitrenick, por Durval Discos Melhor música: David Tygel, por Dois Perdidos Numa Noite Suja Melhor ator coadjuvante: Emílio de Mello, por Querido Estranho Melhor atriz coadjuvante: Suzana Saldanha, por Separações Melhor direção de arte: Ana Mara Abreu, por Durval Discos Prêmio especial do júri: Uma Onda no Ar, de Helvécio Ratton Prêmio da critica: Durval Discos Prêmio do Júri Popular: Durval Discos Filmes de longa-metragem latinos Melhor Filme: La Perdición de Los Hombres, de Arturo Ripstein Melhor Ator: Alejandro Trejo, por Táxi para Três Melhor Atriz: Norma Aleandro, de El Hijo de la Novia Prêmio da Crítica: El Hijo de la Novia Prêmio do Júri Popular: El Hijo de la Novia Melhor Diretor: :Arturo Ripstein, El Hijo de la Novia Documentário de longa-metragem Melhor Filme: Edifício Master, de Eduardo Coutinho Premio Especial do Júri: Onde a Terra Acaba, de Sérgio Machado

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.