Reprodução
Reprodução

Dublador de Harry Potter, Caio César recebe homenagens nas redes sociais

Enterro do profissional, que era policial militar, será nesta quinta-feira, 1, na Baixada Fluminense; ele tinha 27 anos

Carina Bacelar , O Estado de S. Paulo

01 Outubro 2015 | 09h44

RIO – O corpo do policial militar e dublador Caio César Ignácio Cardoso de Melo, de 27 anos, será enterrado às 16h30 desta quinta-feira, 1º, no cemitério Nossa Senhora de Belém, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Caio dublava nos cinemas o bruxo Harry Potter, protagonista dos filmes baseado na série de J.K. Rowling. Lotado na Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Fazendinha, no Complexo do Alemão (considerado a área de UPP mais perigosa do Rio), ele foi morto por volta de 11h desta quarta-feira, 30.

Caio César e outros dois PMs seguiam para reforçar o policiamento no Morro do Alemão, onde a cabine da polícia havia sido atacada a tiros pela manhã. Eles estavam no carro quando homens do alto de uma laje dispararam na direção dos policiais. Caio César foi atingido no peito e no pescoço. Levado para o Hospital Estadual Getúlio Vargas, não resistiu. Ele havia completado 27 anos na terça-feira, 29.

Caio César Melo dublou, além de Harry Potter, mais 20 personagens. Entre eles, o personagem de Daniel Radcliffe no filme December Boys, o TK do desenho animado Digimon e o Diego da série Rebelde.

Nas redes sociais, páginas dedicadas a dubladores lamentavam a morte do PM. "Acabamos de receber a triste notícia que o dublador Caio César, que também exercia a profissão de policial, levou um tiro no pescoço. Ele passou por uma cirurgia, mas após 4 paradas cardíacas, não resistiu aos ferimentos", postou a página Dubladores Brasileiros. 

Em entrevista à revista Isto é, aos 14 anos, quando começou a dublar o personagem de Daniel Radcliffe, Melo disse ganhar R$ 1 mil reais por filme dublado. Na época, o pai do menino disse que ele virou dublador para ter seu “tempo livre” preenchido.  “Eu o levei para uma escola de dublagens porque ele reclamava que ficava à tarde sem fazer nada. E deu certo”, declarou à publicação o serigrafista Cid Cardoso. Na época, o menino sonhava em ser ator e dublar um super herói negro.

EX-DUBLADOR E PM, CAIO CÉSAR, MORRE ATINGIDO POR TIROCaio César, ex-dublador e PM, morreu hoje enquanto patrulhava o... Posted by Canal Nostalgia on Quarta, 30 de setembro de 2015

Caio sonhava em ser policial para que pudesse defender e proteger o seu povo! E assim foi ... até o fim! <3 Posted by Dublapédia Brasil on Quarta, 30 de setembro de 2015

Mais conteúdo sobre:
Harry Potter Caio César

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.