Dramático e cômico 'Conto de Natal' reúne estrelas em Cannes

Diretor Desplechin conseguiu tirar o melhor de seu soberbo elenco de atores, que inclui Catherine Deneuve

Efe,

08 de maio de 2016 | 10h56

O primeiro dos três filmes franceses que competem pela Palma de Ouro em Cannes, Um Conto de Natal, é uma história de família, que mistura com acerto drama e humor, sensibilidade com hostilidade e que se beneficia de um bom elenco, que inclui Catherine Deneuve e sua filha Chiara Mastroianni.   Veja também: Curta brasileiro 'Areia' abre Semana da Crítica de Cannes Veja galeria de fotos do dia-a-dia do Festival  Acompanhe a cobertura no blog do Merten   Teste seus conhecimentos sobre o Festival de Cannes    O diretor, Arnaud Desplechin, um clássido deste festival, soube tirar o melhor de seu soberbo elenco de atores: Catherine Deneuve, Jean-Paul Roussillon, Anne Consigny, Mathieu Amalric, Melvil Poupaud, Hippolyte Girardot, Emmanuelle Devos, Chiara Mastroianni, Laurent Capelluto e Emile Berling.   Todos eles acompanharam o diretor na coletiva de imprensa após a primeira projeção do filme, durante a qual ouviram todo tipo de comentários sobre o filme, "de uma idiossincrasia muito francesa", segundo Desplexin, mas universal em sua temática familiar.   Um Conto de Natal conta a história de uma família em que um dos filhos morre de câncer aos 6 anos, a matriarca sofre a mesma enfermidade e o neto mais velho apresenta tendências suicidas. Um dramalhão suavizado por toques de comédia e uma ou outra imagem surrealista que recorda o filme anterior de Desplechin, mas também outros filmes franceses como O Fabuloso Destino de Amelie Paulin (2001).   Todos os atores estão esplêndidos, com destaque para o trabalho de Jean-Paul Roussillon, como o patriarca que tenta agradar a todos ou Chiara Mastroianni, que interpreta a mulher de Ivan, um os filhos, e pela qual um primo está secretamente apaixonado.   Catherine Deneuve, que brincou o tempo todo com os jornalistas, ressaltou que o ambiente da filmagem, quando todos permaneceram juntos no mesmo hotel, criou uma espécie de "vínculo familiar" que foi favorável à história do filme".

Tudo o que sabemos sobre:
Festival de Cannes

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.