"Doutores da Alegria" ganha festival nos EUA

O documentário Doutores da Alegria, de Mara Mourão, foi o vencedor do 3.º Festival de Cinema Brasileiro de Nova York, que terminou ontem, em Nova York. O filme conta a história dos palhaços que trabalham com crianças hospitalizadas no Brasil. Ao todo, foram exibidos 17 filmes no festival, entre eles, inéditos como Cafundó, de Paulo Betti, e Vestido de Noiva, de Joffre Rodrigues.Mais de 5 mil pessoas lotaram as quatro salas do Tribeca Cinemas entre os dias 10 a 16, e contou com a presença de diretores brasileiros como Mara Mourão, Paulo Betti e Clovis Bueno (Cafundó), Bruno Barreto (O Casamento de Romeu e Julieta), Felipe Joffily (Ódiquê?), Ricardo Bocão (Fábio Fabuloso), Joffre Rodrigues (Vestido de Noiva), Evaldo Mocarzel (Do Luto à Luta), Sérgio Rezende (O Cinema É meu Jardim) e a atriz Maria Flor (O Diabo a Quatro) Entre os produtores presentes, Claudius Ceccon (Bendito Fruto), Luciana Tomasi (Meu Tio Matou um Cara), Márcia Barbosa (Feminices), André Ristum (Nina), Giselia Martins (A Dona da História) e Paula Barreto (O Casamento de Romeu e Julieta).?Trouxemos para o festival profissionais da indústria audiovisual americana e criamos oportunidades de negócios para o Brasil. Este festival tem como principais objetivos promover um intercâmbio cultural, fortalecer a formação de novas platéias e dar visibilidade à cultura brasileira nos Estados Unidos?, disse a diretora geral do festival, Adriana Dutra, logo após a premiação, durante a festa de encerramento no Tribeca Cinemas. ?Estou muito emocionada e feliz com este prêmio?, disse Mara, que não conteve as lágrimas ao receber a Lente de Cristal.A abertura do festival foi no Central Park, onde Gabriel O Pensador fez shows dias 8 e 9, abrindo repectivamente as sessões ao ar livre dos longas Bendito o Fruto e A Dona da História.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.