Divulgação
Divulgação

‘Doutor Estranho’ lidera as bilheterias nos Estados Unidos – e a máquina da Marvel não para

Filme protagonizado por Benedict Cumberbatch arrecadou e US$ 85 milhões no primeiro fim de semana nos EUA

Brook Barnes, The New York Times

06 de novembro de 2016 | 18h23

A Marvel Entertainment odeia ser chamada de máquina – o estúdio de propriedade da Disney entende que o termo diminui a importância de seus cineastas –, mas não há como negar que a empresa jaz justiça ao apelido. 

Com a chegada de Doutor Estranho no fim de semana, a Marvel conseguiu uma ininterrupta série de 13 filmes com sucesso comercial e de crítica em apenas oito anos. Nenhuma outra companhia de cinema, nem mesmo a Pixar, pode dizer que tem um recorde desse. 

Doutor Estranho, estrelada por Benedict Cumberbatch como o personagem dos quadrinhos, coletou um estimado de US$ 85 milhões nos Estados Unidos e Canadá, de acordo com o ComScore, que compila os valores arrecadados em bilheteria. 

A Disney diz que Doutor Estranho ainda reuniu US$ 240,4 milhões em territórios estrangeiros; os resultados nas salas de cinema com a tecnologia Imax na China foram especialmente robustos. 

Com um arrecadação de cerca de US$ 45,6 milhões, Trolls ficou em segundo lugar no embate doméstico. O filme custou US$ 125 milhões para ser feito. O longa foi produzido pela DreamWorks e distribuído pela 20th Century Fox. 

Em terceiro lugar vem Até o Último Homem, de Mel Gibson, cuja bilheteria arrecadou US$ 14,8 milhões, um resultado sólido para um filme de época de um diretor com muita bagagem pessoal como Gibson. O longa recebeu críticas positivas na sua estreia e está, atualmente, em meio aos filmes com potencial para indicação na temporada de premiações. 

Até o Último Homem estreia no Brasil em 12 de janeiro. Doutor Estranho e Trolls já estão em cartaz por aqui. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.