Divulgação
Divulgação

Dos cinco filmes estrangeiros indicados ao Oscar, 'Toni Erdman' é o mais conhecido

O longa de Maren Ade causou sensação no último Festival de Cannes e é apontado pelos especialistas como o provável vencedor na categoria

Agências Internacionais, O Estado de S.Paulo

26 Janeiro 2017 | 14h27

Os filmes estrangeiros indicados ao Oscar nesta terça, 24, tratam de histórias bem diferentes. Toni Erdman, de Maren Ade, é uma comédia sobre a relação entre pai e filha na Alemanha, enquanto O Apartamento, de Asghar Farhadi, é um thriller psicológico do Irã. O filme dinamarquês Terras de Minas, de Martin Peiter Zandvliet, aborda a vida de prisioneiros de guerra alemães. Da Suécia, outra comédia, Um Homem Chamado Ove, de Hannes Holm, sobre um homem rabugento e Tanna, de Bentley Dean e Martin Butler conta a história de um amor tribal numa ilha remota do Pacífico Sul.

Entre os cinco filmes indicados, o mais conhecido é Toni Erdman, uma comédia sobre um conflito geracional, escrito e dirigido por Maren Ade, e que causou sensação no último Festival de Cannes, em maio. O longa de quase três horas de duração, trata também de conflitos políticos e sociais na Alemanha.

Em comunicado à imprensa, a diretora Maren Ade se mostrou surpresa com tudo que vem acontecendo com seu filme. “Não posso dizer o quão orgulhosa estou e como tudo isso é incrível. Foi uma longa jornada para fazer este filme. Nunca pensei que pudesse acontecer  todas essas coisas com ele”. Por fim, Maren agradeceu a todos por “fazer de mim uma realizadora afortunada”.

INDICADOS:

Terras de Minas, de Martin Pieter Zandvliet (Dinamarca)

Um Homem Chamado Ove, de Hannes Holm (Suécia)

O Apartamento, de Asghar Farhadi (Irã)

Toni Erdman, de Maren Ade (Alemanha)

Tanna, de Bentley Dean e Martin Butler (Austrália)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.