Reprodução/Warner Bros.
Reprodução/Warner Bros.

Dona da casa de 'Os Goonies' quer evitar os mais de mil visitantes diários

Sandi Preston reclama da sujeira e dos visitantes noturnos: 'a maioria é amável, mas muitos não'

EFE

20 de agosto de 2015 | 11h18

LOS ANGELES - A dona da casa do filme Os Goonies (1985), Sandi Preston, se propôs a acabar com a maré de fãs do filme que se juntam diariamente em sua propriedade. Ela está farta que a sua casa se transformou em um ponto turístico de Astoria, no estado do Oregon, segundo informou nesta quinta, 20, a rede KGW.

A mulher colocou uma faixa no caminho de acesso em que pede aos visitantes que se vão, e tapou com lonas azuis parte do imóvel, cujo interior agora fica oculto à vista dos curiosos.

A popularidade desse filme de aventura de Steven Spielberg, no qual um grupo de jovens segue as pistas para um tesouro pirata escondido, ainda é tal que em torno de 1,5 mil pessoas vão à casa diariamente.

A localidade, ciente do atrativo de Os Goonies, utiliza sua relação com o filme como atração turística, e a casa aparece nos guias para visitante da Câmara de Comércio de Astória.

No dia 7 de junho deste ano, para comemorar os 30 anos de lançamento do filme, a cidade se associou com a Warner Brothers para celebrar uma homenagem ao filme, que incluiu visitas guiadas e gerou cerca de US$ 2 milhões para Astória.

"Imagina comprar uma casa, mobiliar, gastar dinheiro, tempo e carinho, e então a cidade anima mais de 100 mil pessoas para que venham ver. A casa recebe mais de mil pessoas por dia. A maioria é amável, mas muitas não", escreveu Preston.

Os vizinhos também se queixam da sujeira e dos visitantes noturnos.

Mais conteúdo sobre:
Steven Spielberg

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.