Domingos de Oliveira mostra Carreiras no IndieLisboa

Carreiras, filme de Domingos de Oliveira, é o mais importante representante brasileiro no festival internacional de cinema independente IndieLisboa.O filme brasileiro faz parte da mostra Observatório, que pretende mostrar obras essenciais no panorama do cinema independente contemporâneo. Ele estará ao lado de Gêmeos, da diretora argentina Albertina Carri, integrante do júri internacional do festival.Na mostra IndieJunior, o brasileiro Victor Hugo Borges participa da seção de 6 a 9 anos com seu curta-metragem Historietas Assombradas (para crianças malcriadas).É a terceira edição do IndieLisboa, que será realizado de 20 a 30 de abril e exibirá 69 filmes, entre eles 12 estréias mundiais, além de 213 curtas-metragens.O festival vai homenagear na seção Herói Independente o diretor português Edgar Pera, o austríaco Michael Glawogger, o norte-americano Jay Rosenblatt e o japonês Nobuhiro Suwa.Entre os 12 prêmios, os destaques são o Grande Prêmio de Longa-metragem Cidade de Lisboa, no valor de 7.500 euros, e o Grande Prêmio de Curta-metragem, de 3 mil euros.Uma das novidades do festival será a seção Laboratório, que segundo um dos seus diretores, Nuno Sena, pretende "mostrar as obras mais radicais e inclassificáveis, que superam as barreiras de gêneros e formatos no cinema, trabalhando em territórios menos explorados".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.