Dois filmes representam o Brasil no Festival de Argel

Filhas do Vento, de Joel Zito Araújo, e Diários de Motocicleta, de Walter Salles, serão os representantes do Brasil no primeiro Festival de Cinema Ibero-americano de Argel, de 19 a 29 deste mês. O longa de Salles abrirá o festival, no próximo domingo. O evento terá a participação das embaixadas da Argentina, Brasil, Cuba, Chile, Espanha, México, Peru, Portugal e Venezuela, e do Instituto Cervantes. Segundo os organizadores, é a primeira vez que todas as embaixadas latino-americanas na Argélia se unem para apresentar uma mostra de sua filmografia. Um dos destaques da mostra é o mexicano Ninguém Escreve ao Coronel, baseado no romance de Gabriel García Marquez e dirigido por Arturo Ripstein. Portugal participa com Fado - História de uma Cantadeira, de Perdigão Queiroga, uma homenagem a Amália Rodrigues.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.