Dogma 95 quebrou as próprias regras

O Dogma não morreu. O movimento cinematográfico criadopelos cineastas dinamarqueses Lars Von Trier, Thomas Vinterberg,Soeren Kragh-Jacobsen e Kristian Levring em 1995 é assunto de umnovo documentário chamado The Purified, que começa a sermostrado na Europa esta semana. No filme, os diretores, quefizeram um filme cada seguindo os preceitos do "juramento"(que proíbe o uso de luz artificial, música, tripé e outros"artifícios"), dizem que querem voltar a trabalhar no rígidoesquema. Eles também confessam que quebraram as regras do Dogmaalgumas vezes. O único diretor americano a ser autorizado aseguir o movimento, Harmony Korine, chegou até a fazer umaconfissão dos pecados cometidos durante as filmagens de JulienDonkey Boy.

Agencia Estado,

09 de agosto de 2002 | 13h34

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.