Documentário sobre a crise argentina estréia na Itália

A jovem italiana Michela Occhipinti estreou no Tekfestival 06 de Roma, dedicado ao cinema independente, um documentário sobre a crise argentina de 2001. Nascida em Roma em 1968, Michela se dedica desde 1991 à produção de filmes publicitários e documentários entre Londres, Milão e Roma. Em 2003, decidiu se lançar por conta própria na realização de um documentário sobre a crise da Argentina, país que "seguiu por anos as instruções do Fundo Monetário Internacional (FMI) e do Banco Mundial, e de melhor aluno passou a ser o pior sem que as autoridades econômicas mundiais compreendessem que eram suas propostas liberais as causas do desastre", nas palavras de Michela. A italiana recorreu a toda Argentina para fazer um retrato o mais completo possível do país. "Como é possível que um país tão rico tenha caído na miséria?" ela se pergunta, inquieta com a situação que via na própria Itália no governo de Silvio Berlusconi. A RAI acaba de vender o primeiro documentário, apesar de reduzido em trinta minutos, de Michela Occhipinti, diretora que hoje produz programas televisivos para a RAI Due sobre as diversidades culturais e religiosas que existem na Itália.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.