WALTER SALLES/DIVULGAÇÃO
WALTER SALLES/DIVULGAÇÃO

Documentário de Walter Salles é selecionado para o Festival de Berlim

Longa registra a vida e obra do cineasta chinês Jia Zhangke

O Estado de S. Paulo

20 Janeiro 2015 | 14h10

O documentário Jia Zhangke, Um Homem de Fenyang, dirigido por Walter Salles, está na Mostra Panorama do Festival de Berlim, que ocorrerá de 5 a 15 de fevereiro. O documentário é resultado de filmagens realizadas no norte da China, onde Jia Zhangke nasceu e realizou seus primeiros longa-metragens, e em Beijing. O filme retrata a vida e o processo criativo do cineasta, e é centrado na estreita relação entre memória e cinema. O documentário tem previsão de estrear no Brasil em abril.

O primeiro contato de Salles com a obra do cineasta chinês ocorreu justamente no Festival de Berlim, há 17 anos. "O primeiro filme de Jia, “Xiao Wu”, estreou em Berlim no mesmo ano em que "Central do Brasil" competiu no Festival, 1998. Cada novo filme de Jia Zhangke reforçou a sensação de que ele se tornou o cineasta mais importante em atividade, aquele que melhor traduz o nosso tempo. É dessa percepção que surge "Um homem de Fenyang". Estar de volta a Berlim com um documentário sobre o cineasta extraordinário que é Jia Zhangke é uma honra. É como se um círculo se fechasse", conta Salles em um comunicado emitido nesta terça-feira, 20.

No documentário, o próprio Jia Zhangke convida a equipe de Um homem de Fenyang a conhecer a sua história, suas fontes de inspiração e os personagens de seus filmes. Zhangke retorna aos locais onde viveu e rodou Xiao Wu, Plataforma, O Mundo, 24 City, Em Busca da Vida e Um Toque de Pecado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.