Documentário com Russel Crowe bate recordes na Austrália

O filme autobiográfico sobre um grupo de surfistas de Sydney, Bra Boys, do qual o ator Russel Crowe é o narrador, se tornou em poucos dias o documentário australiano de maior sucesso na história. Após um final de semana de grandes bilheterias, o filme arrecadou 540 mil euros (R$ 1,6 milhões) desde que entrou em cartaz, no último dia 15. Bra Boys conta a história de três irmãos, Koby, Jai e Sunny Abberton, pioneiros de uma comunidade de surfistas underground de Maroubra, um bairro de Sydney. O filme foi co-dirigido, escrito e produzido por Sunny Abberton. Durante as filmagens do documentário, Jay foi absolvido por legítima defesa da acusação de homicídio do gangster Anthony Hines, enquanto o irmão Koby, surfista profissional, foi condenado por ter mentido à polícia. O documentário de 90 minutos contém imagens de violentos confrontos entre gangues e descreve a busca dos três irmãos em busca da maior onda da Austrália. O recorde anterior para um documentário australiano pertencia a Cane Toads, filme sobre as origens da praga de sapos da cana-de-açúcar, que foram introduzidos nos anos de 1930 para controlar os insetos parasitas da cana e que acabaram por se multiplicar descontroladamente. Russell Crowe, que encorajou Sunny Abberton a realizar o documentário e trabalhou como narrador, anunciou há alguns dias a decisão de estrear como diretor de cinema na versão dramatizada do caso. O filme será produzido por Brian Grazer para a Imagine Entertainment e a Universal, enquanto o roteiro, escrito por Stuart Beattie, será baseado no documentário.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.