Disney escolhe seu novo presidente-executivo

A Walt Disney Co. disse ontem que o atual número dois do grupo, Robert Iger, será o substituto de Michael Eisner como presidente-executivo. Segundo a companhia, Iger foi eleito por unanimidade pelo conselho de administração, e assume o comando em 30 de setembro, quando Eisner se aposenta - um ano antes do que ele mesmo havia previsto. A presidente-executiva da EBay Inc., Meg Whitman, que disputava o cargo com Iger, acabou desistindo na semana passada.A ascensão de Iger marca o fim de um reinado de 20 anos de Eiser, que conduziu uma das marcas mais conhecidas do mundo numa grande expansão mas que andava estigmatizado por uma série de ferozes batalhas corporativas que muitas vezes acabaram nos tribunais.Depois de um ano de acionistas pedindo mudanças urgentes na Walt Disney Co., o conselho da empresa elegeu, ontem, um veterano da empresa. A indicação de Iger, de 54 anos, tem como objetivo prolongar a recente ressurreição financeira da empresa com uma pessoa de dentro que conhece bem o sistema e a cultura peculiar da Disney.Há apenas um ano Iger sequer figurava no radar da sucessão. O nova-iorquino e ex-apresentador de meteorologia na televisão passou anos subindo os degraus hierárquicos da Capital Cities/ABC Inc., sede da rede de TV aberta ABC, e em meados da década de 90 Iger estava prestes a se tornar o diretor-presidente daquela empresa. Mas, a Cap Cities/ABC foi vendida para a Disney e Iger começou a subir outra escada hierárquica. Ele supervisionou a ABC antes de assumir as operações internacionais da Disney no fim da década de 90, e aí superou seus concorrentes na corrida pelo posto de diretor-superintendente e diretor operacional em 2000.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.