Diretores de Hollywood anunciam negociação com estúdios

O sindicato que representa osdiretores de Hollywood concordou em iniciar conversaçõesformais sobre contratos com os grandes estúdios de cinema e TVneste sábado, num gesto visto como um forte golpe contra osroteiristas em greve. O anúncio do início de negociações ocorre depois de duassemanas de conversas informais entre o sindicato dos diretoresdos EUA e o representante dos estúdios, a Aliança dosProdutores de Televisão e Cinema (AMPTP, na sigla em inglês),com a finalidade de estabelecer as bases para negociaçõesoficiais. Em um comunicado conjunto, o sindicato dos diretores e osestúdios afirmaram que as conversações vão começar na sede daAMPTP e os dois lados não vão fazer declarações à imprensaenquanto as negociações não forem concluídas. O sindicato dos diretores, cujo contrato abrangendo 13 milmembros expira no dia 30 de junho, é amplamente visto comomenos combativo do que o sindicato dos roteiristas (o WGA, nasigla em inglês) e mais propenso a alcançar um acordorapidamente com os estúdios. Isso poderia minar o poder debarganha dos escritores. Não houve comentários de imediato do sindicato dosroteiristas, que iniciou sua greve contra os estúdios em 5 denovembro, em uma disputa sobre como os escritores deveriam serpagos pelo trabalho distribuído pela Internet. As conversações visando a pôr fim à paralisação dos 10.500membros do WGA foram rompidas asperamente em 7 de dezembro, semque haja novas negociações à vista. Depois disso, boa parte dasproduções para TV está parando, grandes projetos de cinemaforam prejudicados e cerimônias de premiação realizadas naépoca de fim de ano em Hollywood foram canceladas ou adiadas. (Por Steve Gorman e Bob Tourtellotte)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.