Diretora adolescente disputa prêmio em Veneza

O sobrenome Makhmalbaf é sinônimo de cinema no Irã. Depois de Mohsen, o pai, conhecer o estrelato mundial com filmes como Salve o Cinema e A Caminho de Kandahar, e sua filha Samira também fazer sucesso com O Quadro Negro e A Maçã, é a vez da caçula ter seu apogeu na sétima arte. Com 14 anos de idade, Hana Makhmalbaf vai competir por um prêmio de melhor estréia no Festival de Veneza. Seu filme, Joy of Madness, é um documentário sobre a irmã Samira filmando no Afeganistão. Hana não é novata no meio cinematográfico. Além de ter crescido com dois diretores na família e acompanhado de perto inúmeros sets de filmagem, a adolescente dirigiu seu primeiro curta-metragem aos oito anos. O filme chegou a ser exibido no Festival de Locarno. Com Joy of Madness, Hana documentou as filmagens de At Five in the Afternoon, última produção de Samira Makhmalbaf. A irmã mais velha é só elogios a Hana. Disse que Joy of Madness é melhor do que seu novo filme e A Caminho de Kandahar, hit do pai Mohsen. Para fazer o filme, Hana andou sozinha pelas ruas da cidade onde Samira filmava com uma câmera digital na mão. Caso vença o prêmio em Veneza, a adolescente Hana embolsará ? 100 mil.As informações são do site da BBC. Para ler o noticiário da BBC, que é parceira do estadao.com.br, clique aqui.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.