Diretor Sidney Pollack morre vítima de câncer aos 73 anos

O produtor-diretor Sydney Pollack,que conquistou um Oscar pelo épico romance "Entre Dois Amores"e que também teve sucesso como ator ocasional, morreu nestasegunda-feira aos 73 anos, após uma longa batalha contra ocâncer, informou sua porta-voz. Sua carreira durou quase meio século. Ele dirigiu estrelascomo Barbra Streisand e Robert Redford em "Nosso Amor deOntem"; Tom Cruise em "A Firma"; e Dustin Hoffman em "Tootsie".Redford esteve em sete filmes de Pollack, incluindo "Entre doisAmores", junto com Meryl Streep. Pollack morreu em sua casa na região costeira de LosAngeles às 17h (horário local). Ele foi diagnosticado comcâncer há cerca de 10 meses, mas os médicos nunca conseguiramdeterminar a fonte primária da doença, disse a porta-voz dePollack, Leslee Dart. Quando recebeu o diagnóstico, ele dirigia um filme para aTV HBO, mas abandonou o projeto para fazer o tratamento. Ofilme, "Recount", que trata drama político gerado pelaseleições presidenciais norte-americanas na Flórida em 2000,estreou na emissora no domingo. Pollack começou como instrutor de atuação e diretor de TV,mas deu ênfase à produção e à atuação nos últimos anos. Nesteano, ele foi indicado ao Oscar por "Conduta de Risco", no qualatua como coadjuvante. Ele também está na comédia "O MelhorAmigo da Noiva", em cartaz nos cinemas, como o pai dopersonagem de Patrick Dempsey. Os últimos filmes dirigidos por Pollack foram "AIntérprete", de 2005, com Nicole Kidman e Sean Penn, e odocumentário "Esboços de Frank Gehry", de 2006, sobre o famosoarquiteto. "Toda vez que dirijo, pergunto em nome de Deus por queestou fazendo isso de novo", disse ele à revista EntertainmentWeekly em 2005. "É como bater na própria cabeça com ummartelo." Mas Barbra Streisand o elogiou em um comunicado, dizendoque Pollack era "um ótimo diretor de atores... E era muito bomamigo, alguém com quem eu inclusive dividi segredos". Seu maior sucesso foi "Entre Dois Amores" -- indicado a 11Oscars, levou sete, incluindo as estatuetas de melhor filme emelhor diretor. Ao todo, Pollack foi indicado a seis Oscars. A primeiraindicação foi pela direção de "A Noite dos Desesperados", de1969, com Jane Fonda. Outras indicações vieram por "Tootsie", de 1982, no qualDustin Hoffman é um transformista. No filme, Pollack faz oempresário de Hoffman. Ele deixa a mulher, Claire, com quem era casado há 40 anos,duas filhas e seis netos. (Reportagem adicional de Dean Goodman)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.