Richard Shotwell/Invision/AP, File)
Richard Shotwell/Invision/AP, File)

Diretor revela nome de novo filme sobre Han Solo

Alden Ehrenreich, no papel do jovem, Donald Glover, Woody Harrelson, Emilia Clarke e Thandie Newton são os principais rostos do elenco

EFE

17 Outubro 2017 | 16h55

O filme derivado da saga "Star Wars" sobre Han Solo, famoso personagem interpretado por Harrison Ford, terá o título de "Solo - A Star Wars Story", revelou o diretor do longa-metragem, Ron Howard, nesta terça-feira no Twitter.

Em um pequeno vídeo após terminar as gravações do filme, Howard agradeceu ao elenco e à equipe "incrivelmente talentosa" pelo trabalho no spin-off, que estreará em 25 de maio de 2018.

"Podemos dizer o nome do filme?", pergunta o diretor, antes de receber uma placa de Chewbacca, companheiro inseparável de Han Solo. Ao virar o cartaz, o título do longa é revelado.

Alden Ehrenreich (responsável por interpretar o jovem Han Solo), Donald Glover, Woody Harrelson, Emilia Clarke e Thandie Newton são os principais rostos do elenco do filme que teve uma complicada produção depois da demissão dos diretores Phil Lord e Christoper Miller pela Lucasfilm por causa de diferenças criativas.

Vencedor do Oscar de melhor filme e melhor diretor com "Uma Mente Brilhante" (2002), Howard assumiu o projeto que será o segundo filme derivado da saga central idealizada por George Lucas. O primeiro foi "Rogue One - Uma História Star Wars", que estreou no ano passado e arrecadou mais de US$ 1 bilhão em todo mundo.

A história de "Solo", escrita por Lawrence Kasdan e seu filho Jon, conta as aventuras de um jovem Han Solo antes dos eventos de "Star Wars: Uma Nova Esperança" (1977), o primeiro filme da saga galática de Lucas.

O próximo filme da franquia que chega às telonas é "Star Wars: Os Últimos Jedi", que estreia em 15 de dezembro. A história é uma continuação de "Star Wars: O Despertar da Força" (2015).

O filme arrecadou US$ 2,06 bilhões e se tornou no terceiro de maior sucesso de bilheteria na história, atrás apenas de "Avatar" (2009), com US$ 2,78 bilhões, e "Titanic" (1999), com US$ 2,18 bilhões.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.