Diretor iraniano é proibido de fazer seu novo filme

O diretor iraniano Mohsen Makhmalbaf, do premiado A Caminho de Kandahar, foi proibido pelo Ministério de Cultura e Orientação Islâmica do Irã de filmar seu novo roteiro, Amnésia. Segundo a BBC Internacional, o diretor disse que levou dois anos para escrever a história que "reflete duas décadas de dor e sofrimento do povo e dos artistas iranianos". As filmagens começariam em breve em Teerã, capital do Irã.Makhmalbaf e sua filha, Samira Makhmalbaf, que também é cineasta, já representaram o cinema iraniano em diversos festivais internacionais. Ambos receberam o Prêmio do Júri do Festival de Cinema de Cannes. Makhmalbaf, em 2001, por Caminho de Kandahar, filme que conta a história de uma jornalista afegã que volta ao país após receber uma carta de sua irmã, que ameaça cometer suicídio. Samira foi premiada no ano passado, por Às Cinco da Tarde, que conta a história de uma garota em luta para sobreviver no Afeganistão pós Taleban.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.