Douglas C. Pizac/AP
Douglas C. Pizac/AP

Diretor alemão leva para as telas história do Milli Vanilli

Florian Gallenberger, diretor alemão premiado com o Oscar em 1991 pelo curta-metragem Quiero Ser, foi escolhido para roteirizar e dirigir um longa-metragem sobre a dupla pop Milli Vanilli.

Marcio Claesen, Estadão.com.br

15 de fevereiro de 2011 | 21h49

Em 1988, o produtor Frank Farian contava com todos os cantores e músicas que queria lançar, mas, quando viu os dançarinos Fabrice Morvan e Rob Pilatus em uma boate de Munique, escolheu-os para se tornarem a cara do grupo. O Milli Vanilli chegou ao topo das paradas de sucesso em 1989 e a dupla recebeu o Grammy de artista revelação em 1990. 

Entretanto, após alguns incidentes como em um show em que o playback repetiu inúmeras vezes o mesmo verso de uma das músicas, a situação ficou insustentável. Farian revelou que os rapazes não cantavam no álbum All or Nothing/Girl You Know It's True e eles tiveram que devolver o Grammy. 

Quando o produtor estava prestes a relançar a dupla - agora com suas próprias vozes - Rob Pilatus morreu de overdose, após um período envolvido com drogas e assaltos. 

Tudo o que sabemos sobre:
Milli Vanilli

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.