DiCaprio vai para o Salão da Fama de Shakespeare

Leonardo DiCaprio foi eleito por sua interpretação de Romeu no filme de Baz Luhrmann

EFE,

05 de fevereiro de 2009 | 15h15

O ator americano Leonardo DiCaprio e o cineasta japonês Akira Kurosawa vão compartilhar com outros famosos lugares de honra no Salão da Fama de Shakespeare, que será inaugurado em breve em Stratford on Avon, cidade natal do bardo. DiCaprio foi incluído por ter interpretado Romeu no cinema.     O salão vai integrar 13 nomes, número mínimo de intérpretes em qualquer obra sua, dos quais 12 já foram eleitos pela fundação - o último será selecionado pelos leitores do jornal The Guardian. Entre outros nomes integrantes estão o dramaturgo Ben Johnson, contemporâneo de Shakespeare, e o ator David Garrick, o mais importante do século 18.     DiCaprio foi eleito por sua interpretação de Romeu no filme Romeu e Julieta de Baz Luhrmann, que alavancou sua carreira, mas não incluiu, entretanto, outro grande ator, Daniel Day Lewis, que fez um Hamlet memorável em 1989.     Os candidatos a ocupar o 13.º nome da lista, que será eleito pelos leitores do Guardian são bem diferentes: entre eles estão o poeta e romancista russo Boris Pasternak, o dramaturgo britânico Peter Brook e o dramaturgo George Bernard Shaw e até o autor de Fausto, Johann Wolfgang von Goethe, a escritora Virginia Woolf, a atriz Sarah Bernard e o grande rival de Laurence Olivier, John Gielgud.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.