Di Caprio diz que Scorsese é 'lenda viva' como Kurosawa

'Daqui a mil anos os filmes de Kurosawa e de Scorsese ainda serão vistos', disse o ator

EFE,

11 de março de 2010 | 14h20

O ator americano Leonardo di Caprio considera o diretor Martin Scorsese, com quem trabalhou em filmes como "Gangues de Nova York" (2002), "O Aviador" (2004) e "Os Infiltrados" (2006), "uma lenda viva" à altura do cineasta japonês Akira Kurosawa, segundo disse nesta quinta, 11, em Tóquio.

 

"Daqui a mil anos os filmes de Kurosawa e de Scorsese ainda serão vistos. Há artistas que se sobressaem na definição de sua forma artística, e Scorsese é um deles", disse di Caprio em entrevista coletiva.

 

"Seu amor pelo cinema é infeccioso", acrescentou o ator, que está em Tóquio para promover o último filme de Scorsese em que atuou, o terror "Ilha do Medo".

 

Di Caprio afirmou que o que mais lhe impressiona no diretor é sua capacidade para "fazer florescer as emoções" dos atores. "Sabe dar a eles sua margem de criatividade", afirmou.

 

O ator definiu "Ilha do Medo" como "um thriller psicológico" que relata "a viagem de um homem para conhecer a si mesmo".

 

O filme, que estreou fora de concurso na última edição do Festival de Cinema de Berlim, é baseado no romance homônimo de Dennis Lehane.

Tudo o que sabemos sobre:
DiCaprio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.