Depp nega ter se inspirado em Jackson em novo filme

O ator Johnny Depp negou ter se inspirado no cantor Michael Jackson para compor seu personagem, Willy Wonka, no filme A Fantástica Fábrica de Chocolate - um homem adulto que aparece sempre cercado de crianças."Isso nunca passou pela minha cabeça", disse Depp no domingo em Los Angeles, onde compareceu à pré-estréia do filme.Alguns especialistas haviam dito que, por aparecer no filme cercado de crianças, na maior parte meninos, Depp teria composto o personagem ao estilo de Jackson.Mas o ator disse que compôs Wonka como "uma mistura de apresentador de programa de auditório e outro de programa infantil, trancados em um armário por 10 ou 15 anos".No filme, uma refilmagem mais sombria do clássico de 1971, Depp faz o papel do dono da fábrica de chocolates, Willy Wonka, que no original foi representado por Gene Wilder.O diretor do filme é Tim Burton, com quem Depp já havia trabalhado em Eduardo Mãos de Tesoura, Ed Wood e A Lenda do Cavaleiro Sem Cabeça. Depp foi à pré-estréia acompanhado da mulher, a atriz e cantora francesa Vanessa Paradis.Outra que causou sensação na pré-estréia foi a cantora Britney Spears, exibindo o barrigão da gravidez de seis meses. Ela foi acompanhada do marido, Kevin Federline.O filme de Tim Burton é baseado no popular livro de Roald Dahl sobre o excêntrico dono de uma fábrica que convida crianças para visitar o local - cheio de mistérios e surpresas.Burton afirma que Depp "trouxe um novo ângulo para o personagem". Para o diretor, o filme é bem mais sombrio do que o original. O filme estréia no dia 22 de julho no Brasil.

Agencia Estado,

11 de julho de 2005 | 11h18

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.