Steve Crisp/Reuters
Steve Crisp/Reuters

Depois de suspender Harvey Weinstein, Bafta decide expulsar o produtor

Norte-americano recebeu várias denúncias de assédio sexual no ano passado

O Estado de S.Paulo

02 de fevereiro de 2018 | 17h14

A Academia Britânica de Artes Cinematográficas e Televisivas (BAFTA) anunciou nesta sexta-feira, 2, que cassou o título de Harvey Weinstein, após a avalanche de denúncias de assédio sexual contra o produtor.

+++ Os efeitos do escândalo sexual que envolve o magnata do cinema Harvey Weinstein

"Depois da suspensão de Harvey Weinstein da BAFTA em outubro de 2017, a Academia o elimina formalmente de seu quadro de associados, em caráter imediato", afirma uma declaração oficial emitida nesta sexta-feira. "A cassação é o resultado de um processo com base na constituição da BAFTA."

+++ Abusos sexuais de Harvey Weinstein já eram tema de 'piadas'

Vale lembra que a polícia britânica ainda investiga as várias acusações contra Weinstein. Algumas, inclusive, são de 20 anos atrás.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.