Dempsey volta ao romance em 'O Melhor Amigo da Noiva'

Nesta comédia romântica, ator da série 'Grey's Anatomy' interpreta Tom, um bem-sucedido solteiro convicto

Neusa Barbosa, da Reuters,

08 de maio de 2015 | 13h46

Em O Melhor Amigo da Noiva, que estréia no país nesta sexta-feira, 16, Patrick Dempsey volta às conhecidas comédias românticas, vivendo o papel de Tom, um bem-sucedido solteiro convicto, que se especializou em dispensar mulheres uma após a outra. Sincero ao extremo, costuma avisar a todas que não passa do primeiro encontro.     Veja também: Trailer de 'O Melhor Amigo da Noiva' A carreira do ator norte-americano Dempsey, de 42 anos, divide-se em duas fases. A primeira, nos anos 80 e 90, quando era o rei das matinês, estrelando como galã comédias românticas como Namorado de Aluguel (1987). Nos últimos três anos, ele teve sucesso como o médico Derek Shepherd, protagonista da série de TV dramática Grey's Anatomy. Em O Melhor Amigo da Noiva, Tom é sincero ao extremo e costuma avisar a todos seus casos que aquela relação não passa do primeiro encontro. Numa de suas investidas, entra num dormitório universitário onde acontece uma festa à fantasia, com uma máscara do ex-presidente norte-americano, Bill Clinton. No quarto em que entra, sabendo o esconderijo da chave, encontra não a Monica Lewinsky que esperava e sim a sua enfezada colega de quarto, Hannah (Michelle Monaghan, de Missão: Impossível 3). Depois de muita briga no início, os dois tornam-se os melhores amigos. Vivem almoçando juntos, dividindo programas noturnos e confissões sobre seus casos amorosos, especialmente ele. Hannah recebe convite para passar seis semanas na Escócia. Lá conhece um escocês rico, Colin McMurray (Kevin McKidd), que tem um castelo e uma destilaria de uísque em seu país. Depois de uma paixão à primeira vista, os dois decidem se casar naquele país. Convidado como padrinho principal da cerimônia da melhor amiga, Tom entra em pânico ao descobrir que, na verdade, está apaixonado por ela e não quer perdê-la. Orientado por seus melhores amigos, ele tenta inventar mil manobras para impedir o casamento. Acompanhar esta série de tentativas é a diversão que oferece o filme do diretor inglês Paul Weiland.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.