David Hemmings morre no set aos 62 anos

O inglês David Hemmings, ator de Blow Up - Depois Daquele Beijo e Barbarella, de 1966, morreu ontem no set, aos 62 anos, enquanto filmava Samantha´s Child, na Romênia. Ele sofreu um ataque cardíaco e os médicos do estúdio não conseguiram reanimá-lo. Segundo sua agente, ele acabara de concluir suas cenas.Hemmings nasceu em Guildford, em 1941, e ainda criança começou carreira artística como cantor lírico no English Opera Group. Conforme crescia, e a voz engrossava, deixou de cantar e passou a pintar: aos 15, o artista precoce já apresentava seus trabalhos da Epsom School of Art.Com pouco mais que 20 anos, ingressou definitivamente no cinema. Em seus primeiros filmes, ingleses, aparecia sempre no papel de jovem rebelde, briguento. Aos 25 anos, tornou-se mundialmente conhecido como o fotógrafo de moda de Blow Up, um dos clássicos de Michelangelo Antonioni, em que contracenava com Vanessa Redgrave, Sarah Miles e Jane Birkin. Dois anos depois, dividia o set com Jane Fonda no cult Barbarella, de Roger Vadim.A partir dos anos 70, passou para trás das câmeras e começou a dirigir, no cinema e na TV. Fez Sem Família, de 73, Apenas um Gigolô, de 78, com David Bowie e Kim Novak, e Cavalo Indomável, de 92, entre outros. Só voltaria a atuar no ano passado em Gladiador, no papel de Cassius.

Agencia Estado,

04 de dezembro de 2003 | 13h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.