'Daria qualquer papel a Carla Bruni', diz Woody Allen

Diretor americano, cujo filme estreia dia 1º na França, exaltou carisma da primeira dama francesa

Efe

18 de junho de 2009 | 12h19

O diretor americano Woody Allen disse nesta quinta-feira, 18, que poderia dar "qualquer papel" à primeira dama francesa, a cantora e ex-modelo Carla Bruni. O cineasta enfatizou "o carisma" da esposa de Nicolas Sarkozy, a quem acha "maravilhosa" nos papéis mais variados, de acordo com o que declarou à imprensa sobre a estreia de seu novo filme, a comédia "Whatever works", no próximo dia 1º, na França.

 

Questionado por um jornalista se preferiria fazer um filme com a rainha da Inglaterra ou com o Dalai Lama, caso fosse possível trabalhar com "figuras tão poderosas", o diretor respondeu que trabalharia, "sem sombra de dúvidas, com Carla Bruni".

 

"Estou seguro de que seria maravilhoso. Tem carisma e tem o costume de se dar bem com o público", afirmou Allen, de 73 anos, antes de dizer que poderia "lhe dar qualquer papel".

 

O diretor, porém, reconheceu que não tem nenhum roteiro em que a primeira dama francesa possa participar, enquanto acrescentou que talvez, durante sua estada em Paris, perguntará a Carla se a ideia lhe interessa.

 

Segundo a mídia francesa, a agenda de Allen, que terá na sexta-feira uma seção de seu filme com a ministra francesa da Cultura, Christine Albanel, inclui no fim de semana uma visita privada ao Palácio do Elísio, residência oficial do chefe de estado francês, o presidente Nicolas Sarkozy, e de sua esposa.

 

O diretor, entretanto, não negou nem confirmou se poderia se encontrar com Carla Bruni e limitou-se a dizer que "há muitas possibilidades" da conversa ocorrer.

 

Depois de uma recente tentativa frustrada de gravar um filme em Paris por conta dos altos custos, o idealizador de "Matchpoint" disse que rodará um filme na capital francesa no verão de 2010 com atores franceses, e que está "entusiasmado" com o projeto. Segundo os meios franceses, Allen retornará a Paris em outubro de 2010 para interpretar a si mesmo no filme "Alice Ovitz", primeiro longa-metragem da diretora Sophie Lellouche. A última vez quando atuou como ator foi em "Scoop", três anos atrás.

Tudo o que sabemos sobre:
Woody AllenCarla BruniParis

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.