CVM julgará Guilherme Fontes em janeiro

A Comissão de ValoresMobiliários (CVM) marcou para o dia 10 de janeiro o julgamentodo inquérito aberto para apurar as possíveis irregularidades noregistro, emissão e distribuição de certificados de investimentoem obras audiovisuais cinematográficas pela Guilherme FontesFilmes. No dia 12 de dezembro, os ministros do Tribunal deContas da União inocentaram o ator e produtor Guilherme Fontesda acusação de irregularidades na realização do filme Chatô, oRei do Brasil. A prestação de contas do projeto tinha sidorejeitada anteriormente pelo Ministério da Cultura.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.