Curtas serão premiados no Rio

A Quanta, Centro de Produções Cinematográficas, anunciou a concessão de um prêmio no valor de R$ 6 mil para o melhor curta-metragem do Festival do Rio BR. O prêmio será dado na forma de equipamentos de iluminação, acessórios e maquinarias.Os melhores curtas, selecionados pelo público, também poderão ganhar serviços de laboratório, com 1,8 mil metros de revelação, preparação e limpeza, e a correspondente telecinagem em offline, oferecidos pela empresa Labocine.Os curta-metragens antecedem às apresentações dos filmes da Premiére Brasil e alguns vêm encantando a platéia, como O Branco, de Liliana Sulzbach e Angela Pires, a história de um menino cego que imagina as cores das coisas. Os Filhos de Nelson, de Marcelo Santiago, com Eduardo Moscovis e A Invenção da Infância,também de Liliana Sulzbach, premiado em Gramado este ano, são os outros favoritos.Hoje, antecedendo a apresentação do longa Buffo & Spallanzani, no Cine Odeon, é exibido BMW Vermelho, de Edu Ramos e Reinaldo Pinheiro, outro curta bastante aguardado. A tragicomédia de um operário desempregado que ganha um automóvel BMW vermelho num concurso e vê sua vida transformada promete agradar o público carioca.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.