Reprodução
Reprodução

Curta que satiriza oposição de Donald Trump à imigração latina ganha repercussão na internet

'M.A.M.O.N' já soma quase 2,7 milhões de visualizações na internet.

O Estado de S.Paulo

15 de novembro de 2016 | 16h02

Um curta-metragem de ficção satírica que fantasia e explora as consequências da vitória de Donald Trump nas eleições dos Estados Unidos está ganhando repercussão internacional e já soma quase 2,7 milhões de visualizações na internet. Intitulado M.A.M.O.N, a paródia dirigida por Alejandro Damiani critica a plataforma de oposição à comunidade latina do próximo presidente americano eleito, especialmente ao mexicanos, e da proposta de se criar um muro na fronteira norte-americana com o México como solução para a imigração.

No roteiro, enquanto Trump está passando por uma cirurgia cardíaca, um portal para uma realidade paralela é aberto. Latinos que vivem nos EUA desaparecem dos locais onde se encontram e começam a cair do céu sobre o deserto, na fronteira mexicana, em uma área dividida por uma enorme parede.

Como eles começam a exigir o seu regresso, um enorme robô que lembra a fisionomia do bilionário e político republicano surge, impulsionado pelo próprio Trump a si mesmo, que pede, inclusive, para os mexicanos pagarem pela construção do muro. A partir daí, uma batalha hilariante se desenvolve entre o Trump robótico e vários estereótipos hilariantes de mexicanos. A luta espetacular envolve armas estranhas e inúmeras piadas sobre clichés de latinos, especialmente relacionados à cultura mexicana.

"Tentamos refletir a realidade através do espelho de humor. Temos a intenção de estimular o debate sobre a tensão atual e política do momento através de uma proposta tão bizarra e absurda como a própria agenda de Trump. Partimos de uma realidade incrível e surreal para gerar um curta-metragem igualmente fantástico", afirma Damiani.

Desde que estreou em 30 de novembro na plataforma mundial de vídeos YouTube, o curta já recebeu quase 7.500 comentários e 45.400 curtidas de pessoas de diversos países.

 

Tudo o que sabemos sobre:
Donald TrumpEstados UnidosYouTube

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.