Curta brasileiro integrará a Quinzena dos Realizadores, em Cannes

Filme selecionado é 'Sem Coração', de Nara Normande e Tião

Luiz Carlos Merten, O Estado de S.Paulo

22 de abril de 2014 | 16h57

Serão 19 longas e 11 curtas – entre eles um brasileiro. A Quinzena dos Realizadores anunciou sua seleção para o 67.º Festival de Cannes, que começa em 14 de maio. “O mundo não anda bem e o cinema reflete isso”, disse o diretor da Quinzena, Edouard Waintrop, explicando o tom sombrio dos filmes que integram a programação. O Brasil participa com o curta Sem Coração, de Nara Normande e Tião.

A diretora de Dia Estrelado uniu-se ao diretor pernambucano para contar a história de garoto da cidade de que passa férias numa vila de pescadores. Ele forma grupo com os meninos da região, desfruta de uma liberdade que nunca gozou antes. Mas há essa menina que usa marca-passo e que os meninos, preconceituosamente, chamam de ‘sem coração’. O herói apaixona-se por ela, mas teme ser ridicularizado pelos companheiros.

A Quinzena promete um final explosivo com Pride, de Matthew Warchus, sobre a aliança entre gays e um sindicato de mineiros para combater a Dama de Ferro Margaret Thatcher, na Inglaterra dos anos 1950. Haverá uma homenagem a Alain Resnais , que morreu em 1.º de março. Todo ano, a Quinzena escolhe um padrinho. Resnais já havia sido padrinho, há dois ou três anos.

Cannes também deve abrigar outro curta brasileiro no Short Film Corner. É um espaço do mercado que abriga filmes considerados inovadores ou de grande qualidade, mas que não entraram na mostra competitiva nem nas seções paralelas. Os Bons Parceiros tem direção de Elder Fraga e se baseia numa história de Plínio Marcos. Cinco amigos se reúnem numa noite para fazer um arrastão e levantar uma grana. O diretor teve oportunidade de conviver com o dramaturgo quando participou da montagem de Barrela, com direção de Sérgio Ferrara. O curta de 20 minutos saiu do livro Histórias das Quebradeiras do Mundaréu.

Tudo o que sabemos sobre:
Festival de Cannes

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.