Curta brasileiro é premiado em Cannes

O curta-metragem Um Sol Alaranjado, do carioca Eduardo Valente, venceu o prêmio da mostra Cinéfondation do 55.º Festival de Cannes. O júri foi presidido pelo cineasta Martin Scorsese, e a vitória dará a Valente ? 15 mil mais o direito de estrear um longa-metragem no festival. Premiado em Brasília e em Recife no passado, Um Sol Alaranjado é uma produção em preto-e-branco sobre a relação entre um pai à beira da morte e sua filha. Dedicada ao cinema universitário, a mostra Cinéfondation foi fundada há três anos com objetivo de estimular novos talentos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.