Cuba exibe ciclo Rossellini no Festival de Cinema Pobre

Um ciclo dedicado ao cineasta italiano Roberto Rossellini, um dos expoentes do neo-realismo, está entre as atrações do 4.º Festival de Cinema Pobre, que acontece na cidade cubana de Gibara entre os dias 17 e 23 de abril. O festival foi criado para exibir filmes de baixo custo, em oposição às superproduções de alto orçamento. Projetos em maquetes, roteiros inéditos, curtas e longas-metragens de ficção, documentários e obras experimentais, entre outros, concorrerão nas diferentes categorias. No festival, a atriz cubana Aurora Basnuevo será homenageada com a projeção de Adela, um curta-metragem cuja história foi incluída no filme Barrio Cuba, de Humberto Solas, com a atuação de Jorge Perugorría e Isabel Santos. O cineasta cubano Humberto Solás, à frente da direção e da organização do Festival de Cinema Pobre desde sua fundação, explicou que o evento se coloca contra "produtos elitistas, através da revolução tecnológica e da redução dos custos de produção".

Agencia Estado,

04 de abril de 2006 | 17h50

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.