Crocodilo assassino é protagonista do filme <i>Primitivo</i>

O suspense Primitivo, que estréia no País nesta sexta-feira, 27, é uma mistura de elementos do clássico do horror Tubarão com o recente Diamante de Sangue, também situado na África, em meio a uma guerra civil. O país em questão é Burundi, e o predador um crocodilo de oito metros que já devorou diversas pessoas.A equipe é formada pelo repórter Tim (Dominic Purcell), que aceitou a tarefa a contragosto, a repórter Aviva (Brooke Langton), que espera ficar famosa com a reportagem, o câmera Steven (Orlando Jones) e o especialista em crocodilos Matthew (Gideon Emery). Ao longo de sua jornada, a equipe adota outros dois membros, um cachorro e um adolescente órfão.Os habitantes locais batizaram a criatura, devoradora de seres humanos, de Gustave. Uma equipe de jornalistas americanos fica sabendo da história e decide viajar ao local para registrar imagens inéditas do animal.Mas a tarefa não será nada fácil. Primeiro, eles terão de escapar dos confrontos entre guerrilheiros de facções opostas que tentam conquistar o domínio do país. Depois, terão de enfrentar a fera.O primeiro obstáculo não é difícil - ao menos no cinema. Já o crocodilo se mostra uma força indomável.Para piorar a situação, Steven registrou imagens da execução de um prisioneiro por um líder guerrilheiro conhecido como Little Gustave, que adotou o nome do monstro para aterrorizar ainda mais a população. Um membro da guerrilha é enviado para recuperar a fita comprometedora e eliminar toda a equipe de reportagem.A direção é de Michael Katleman, veterano diretor de televisão (Smallville e Dark Angel). Ele centra Primitivo mais nas cenas de ação, dando pouco espaço para um perfil psicológico dos personagens.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.