FELLINI
FELLINI

Críticos do 'Estadão' conversam sobre a obra de Federico Fellini

O centenário de nascimento do cineasta italiano é tema de debate sobre sua obra, com participação de Luiz Carlos Merten, Luiz Zanin Oricchio e Ubiratan Brasil

Redação, O Estado de S. Paulo

15 de janeiro de 2020 | 18h18

O centenário do cineasta Federico Fellini foi tema do debate entre o editor do Caderno 2, Ubiratan Brasil, e os críticos de cinema Luiz Carlos Merten e Luiz Zanin Oricchio. A conversa passou por assuntos como o filme preferido de cada um, da discussão da função política do cinema segundo Fellini, e de como sua obra se relaciona com a de grandes outros diretores.

Veja abaixo a conversa sobre a obra de Fellini:

Federico Fellini nasceu em 20 de janeiro de 1920, em Rimini, cidade italiana que serviu de inspiração para vários de seus filmes. Em 40 anos de carreira, começou no cinema ligado ao neorrealismo de Roberto Rossellini, mas logo tomou caminho próprio.

Adotou, com o tempo, um estilo barroco de memorialismo, que passou a ser sua marca registrada. Seu estilo exuberante deu origem ao adjetivo “felliniano”.

Tudo o que sabemos sobre:
Federico Fellinicinema

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.