Críticos americanos premiam "O Pianista"

A National Society of Film Critics, importante associação de críticos de cinema dos principais jornais e revistas americanos, escolheu O Pianista, de Roman Polanski, como o melhor filme de 2002. O filme sobre o gueto de Varsóvia na 2ª Guerra Mundial, vencedor da Palma de Ouro do Festival de Cannes, também levou o prêmio de melhor diretor e o de melhor ator, para Adrien Brody. Ele faz o papel de umpianista judeu que escapa dos campos de concentração nazistas. Oroteiro de Ronald Harwood também foi premiado.A categoria demelhor atriz foi vencida por Diane Lane, que interpreta o papelde uma mulher adúltera em Infidelidade. O prêmio de melhorator coadjuvante ficou com Christopher Walken, de Prenda-Me SeFor Capaz, e o de melhor atriz coadjuvante foi para PatriciaClarkson, de Longe do Paraíso.Na lista de melhores filmesdo ano, ficaram também o mexicano E Sua Mãe Também, de Alfonso Cuarón, em segundo lugar, e o espanhol Fale com Ela, de Pedro Almodóvar, em terceiro. A associação de jornalistas tem 55 membros e é sediada em Nova York.

Agencia Estado,

06 de janeiro de 2003 | 12h51

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.