Crítico do Caderno 2 será jurado em Cannes

Enviado especial do Estado ao Festival de Cannes, Luiz Carlos Merten, crítico do Caderno 2, faz, desde 1991, a cobertura do maior evento de cinema do mundo para o jornal. Pois este ano Merten somará a esta uma outra função. Na quarta-feira, ele recebeu em casa um telefonema do diretor do festival, Thierry Frémaux, e foi convidado (e confirmado) para integrar o júri internacional que outorga a Caméra D´Or, o prêmio que Cannes destina aos diretores estreantes, em filmes que são exibidos em todas as mostras que compõem a seleção oficial. É a primeira vez que um jornalista brasileiro integra o júri do principal festival de cinema do mundo. O júri da Caméra D´Or é sempre formado por convidados do festival e personalidades indicadas por associações de classe do cinema francês. Neste ano, será presidido pelos irmãos Luc e Jean-Pierre Dardenne, belgas que receberam duas vezes a Palma de Ouro, por Rosetta e O Filho. O festival de Cannes começa na quarta-feira e vai até do dia 28. Merten viaja amanhã para realizar sua cobertura, embora este ano, por estar no júri do Caméra D´Or, não deverá produzir reportagens sobre essa seção específica do festival.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.