"Crash", de Paul Haggis, ganha o Festival de Deauville

O longa Crash, primeiro filme de Paul Haggis que fala sobre o racismo e a alienação urbana nos Estados Unidos, faturou o Grande prêmio do Festival de Cinema Americano de Deauville, que se encerrou neste domingo na cidade normanda. O segundo prêmio mais importante da mostra, o Prêmio do Júri, foi compartilhado entre On and Outs, primeiro filme de Lori Silverbush e Michael Skolnik sobre o rito de passagem da adolescência para a idade adulta, e Keane, de Lodge Kerrigan, a história de um jovem pai que acaba de perder sua pequena filha. Transamerica, primeiro filme de Duncan Tucker e que fala da viagem de um transexual com o filho que não conhecia, ganhou o prêmio de melhor roteiro. Paul Haggis, roteirista de filmes como Menina de Ouro, que ganhou o Oscar de melhor filme, diretor (Clint Eastwood), atriz (Hilary Swank) e ator coadjuvante (Morgan Freeman), não esteve presente para receber o prêmio, mas declarou, em entrevista gravada, estar "muito orgulhoso em representar todos os artistas que fizeram grandes sacrifícios para realizar este filme". Crash contou com um elenco de astros de Hollywood, como Matt Dillon, Sandra Bullock, Don Cheadle e Brendan Fraser, que interpretaram papéis cujas vidas se entrelaçam em uma Los Angeles onde o isolamento e a discriminação predominam. Ao todo, 10 filmes americanos independentes disputaram prêmios durante a mostra de 10 dias celebrada no sofisticado balneário normando, enquanto grandes produções de Hollywood, como A Luta pela Esperança, que entrou em cartaz nos cinemas brasileiros neste fim de semana, foram exibidos em caráter hors-concours. Entre os astros e estrelas que estiveram presentes no festival para promover seus últimos filmes estiveram Val Kilmer e Robert Downey Jr., que trabalham na comédia ´noir´ Kiss Kiss, Bang Bang, Pierce Brosnan de OMatador, e Kirsten Dunst, que atua na comédia romântica Elizabethtown. Confira a lista dos premiados Grande Prêmio: Crash, de Paul HaggisPrêmio do Júri: On The Outs, de Lori Silverbush e Michael Skolnin, e Keane, de Lodge KerriganPrêmio de Melhor Roteiro: Transamerica, de Duncan TuckerEstes prêmios foram atribuídos pelo júri presidido pelo cineasta Alain Corneau.Outros prêmios:Prêmio Literário: Sanctuary V, de Budd SchulbergPrêmio Michel d´Ornano: Little Jérusalem, de Karin AlbouPrêmio Coup de Coeur do Canal+ francês (documentário): Enron, de Alex GibneyPrêmio Première: Reefer Madness, de Andy FickmanPrêmio da Crítica Internacional: Keane, de Lodge Kerrigan

Agencia Estado,

11 de setembro de 2005 | 18h29

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.