Courtney Love vai viver atriz pornô no cinema

A cantora e atriz norte-americana Courtney Love vai viver, no cinema, a atriz pornô Linda Lovelace, morta em um acidente de trânsito em 2002, segundo e revista Variety. Linda ficou conhecida por estrelar o longa Garganta Profunda que, em 1972 foi proibido em 23 estados norte-americanos, mas arrecadou mais de US$ 600 milhões de dólares em bilheteria. Linda afirmava que nunca foi paga pelo trabalho. A atriz, que se tornou porta-voz do movimento feminista nos Estados Unidos e ativa opositora da pornografia, morreu aos 52 anos.Courtney, de 40 anos, é viúva do líder do Nirvana Kurt Cobain, morto em 1994 e foi muito elogiada por sua atuação em O Povo Contra Larry Flint, sobre o editor de revistas pornográficas Larry Flint. Ela também atuou em filmes como 200 Cigarros e O Mundo de Andy.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.