Corte rejeita acusação de plágio contra Clooney

Uma corte francesa rejeitou o pedido de plágio apresentado contra o ator George Clooney e a Warner Bros. pela roteirista Stephanie Vergniault. Stephanie alegou que o filme Syriana - A Indústria do Petróleo usou um roteiro que ela escreveu em 2002, mas o juiz que cuidou do caso disse que o roteiro era similar, no entanto as histórias "obviamente diferentes". Stephanie dirigiu seu processo contra a firma produtora de Clooney, Section Eight, que realizou o filme com o diretor Steven Soderbergh, contra a Warner Bros e contra o diretor e roteirista de Syriana, Stephen Gaghan.Assim como no longa, produzido em 2005, o roteiro de Stephanie intitulado Oversight trata de intrigas entre a CIA e empresas petrolíferas no Golfo Pérsico, fato que o juiz catalogou como uma "coincidência". O juiz disse ainda que Stepanhie, que queria US$ 2,5 milhões pelos supostos danos causados, não apresentou provas de que havia enviado seu roteiro para a companhia canadense estritamente vinculada à Warner Bros., segundo alegava ela. Clooney levou o Oscar de melhor ator coadjuvante por sua interpretação de um agente da CIA em Syriana - A Indústria do Petróleo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.