Coreia do Sul leva o prêmio de 'melhor filme asiático'

Melodrama 'Madre' (Mãe) de Bong Joon-ho conquista o troféu que tinha produção da China como favorita

EFE,

22 de março de 2010 | 16h24

Com o melodrama 'Madre' (Mãe) de Bong Joon-ho, a Coreia do Sul conquistou o prêmio de 'melhor filme asiático', derrotando a China, país que contava com o maior número de indicações na cerimônia dos Prêmios do Cinema Asiático (AFA, segundo sua sigla em inglês)

 

O filme sul-coreano levou também o prêmio de melhor atriz para Kim Hye-ja, e melhor roteirista para Bong e Park Wun-kyo.

 

Nas primeiras edições desses prêmios, o AFA de melhor filme foi concedido para a Coreia do Sul ("The Host" e "Secret Sunchine"), história que só mudou em 2009, com o prêmio para o filme japonês "Tokyo Sonata", de Kiyoshi Kurosawa.

 

Bong venceu o filme chinês considerado o favorito da noite, "Guarda-costas e Assassinos" (em tradução livre), de Teddy Chan, e "Cidade de Vida e Morte", de Lu Chuan, com quatro indicações. O primeiro ficou com os prêmios de melhor ator (Wang Xueqi) e ator coadjuvante (Nicholas Tse). O segundo, com os prêmios de melhor diretor e fotografia.

 

Participaram da cerimônia 37 filmes produzidos em 10 países e regiões, uma fórmula que indica a inclusão de Hong Kong e Taiwan.

 

O cineasta Zhang Yimou, responsável pelo espetáculo de abertura dos Jogos Olímpicos de Pequim de 2008 e diretor de "Herói" e "Lanternas Vermelhas", entre outros filmes, recebeu o prêmio honorário por sua "Contribuição ao Cinema Asiático".

Tudo o que sabemos sobre:
Prêmios do Cinema Asiático

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.