Universal
Universal

Continuação de 'Mamma Mia' ganha primeiro trailer; assista

Vídeo explora a personagem de Meryl Streep e dá uma prévia da participação da cantora Cher

EFE

21 Dezembro 2017 | 16h50

Dez anos depois do sucesso de Mamma Mia, a segunda parte do filme chegará em 20 de julho de 2018 aos cinemas de todo o mundo, com todo o elenco original, liderado por Meryl Streep, junto a novos rostos, como os de Lily James e Cher.

+++ 'Mamma Mia!', musical do ABBA na Broadway, chega próximo ao fim

As filmagens já foram encerradas, como anunciou nesta quinta-feira, 21, o estúdio Universal em um vídeo postado no YouTube que mostra Lily James, Jessica Keenan Wynn e Alexa Davies, que interpretam Donna, Tanya e Rosie de jovens, as três protagonistas da história, que no filme original eram Meryl Streep, Christine Baranski e Julie Walters.

+++ No cinema, 'Mamma Mia!' virou grande sucesso

A sequência, intitulada Mamma Mia: Lá Vamos Nós de Novo! se centra na juventude das três mulheres, em como chegaram à Grécia, à ilha de Kalokairi, e como Donna conheceu Sam, Harry e Bill.

Pierce Brosnan, Colin Firth e Stellan Skarsgard formavam o trio masculino que rondava Donna no primeiro filme e voltam a repetir os papéis nesta sequência, mas em uma participação especial.

+++ Meryl Streep prova que também sabe cantar em 'Mamma Mia!'

Dessa vez o foco está na história juvenil e, no lado masculino, Jeremy Irvine é o jovem Sam, enquanto Hugh Skinner vive Harry e Josh Dylan encarna Bill.

Também voltam para essa sequência Amanda Seyfried e Dominic Cooper, como Sophie, a filha de Donna, e seu namorado, Sky.

A participação mais que especial fica por conta de Cher, que faz uma breve aparição como a avó de Sophie e mãe de Donna, segundo se pode ver no primeiro trailer do filme, que também foi lançado hoje.

Umas primeiras imagens que revelam que Sophie está grávida e conta com a ajuda das amigas de sua mãe e dos seus três pais nesta nova etapa.

Mas resta a dúvida do papel que o personagem de Meryl Streep execerá na nova história, uma vez que aparece em apenas uma cena e não está claro se pertence ao passado ou ao presente.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.