Imagem Filmes
Imagem Filmes

Confira os filmes que estreiam esta semana nos cinemas

Entre as novidades, 'Bill e Ted: Encare a Música', com Keanu Reeves e Alex Winter, e o documentário 'Fico Te Deverndo Uma Carta Sobre o Brasil', de Carol Benjamin; veja os trailers das estreias

Luiz Carlos Merten, O Estado de S.Paulo

05 de novembro de 2020 | 13h27

A 44ª edição da Mostra Internacional de Cinema de São Paulo encerrou-se na noite de quarta, 4, mas prossegue até o domingo, 8, com 130 dos 198 títulos que compuseram sua seleção. A par disso, estreiam novos filmes nas salas, incluindo dois brasileiros que o cinéfilo pode e deve prestigiar – O Barco e Verlust. Dois documentários, também brasileiros, abordam temas aflitivos da realidade nacional. A herança da ditadura e a violência policial contra os jovens da periferia das grandes cidades. Tem ainda Keanu Reeves de volta com Bill e Ted: Encare a Música.

Veja as estreias da semana:

O Barco

Filho de cineasta – Rosemberg Cariry -, Petrus Cariry é diretor, roteiristas, montador e fotógrafo. Autor de Grão e Mãe e Filha, além de numerosos curtas, faz um cinema com base na terra, no mar e em tradições da cultura cearense. Esse filme tem a cara dele. Uma mulher numa comunidade de pescadores. Mãe de 26 filhos, cada um com o nome de uma letra do alfabeto, ela tem o dom de prever o futuro. E prevê que chegará o barco do título, trazendo um homem e uma mulher. A vida de toda a comunidade não será mais a mesma. Produção de 2018, com Everaldo Pontes, Rômulo Braga e Verônica Cavalcanti.

 

A Batalha de Shindisi

Dito Tsintsadze dirige a história que evoca um acontecimento real da ocupação da Georgia pelo Exército russo, em 2008. Um corredor de paz é prometido, mas o confronto é inevitável e a população civil mobiliza-se para tentar salvar militares feridos.

 

Bill e Ted: Encare a Música

Bem antes da trilogia Matrix e de outros filmes que forjaram seu sucesso, Keanu Reeves fez a comédia Bill & Ted, que mistura amizade, rock e viagem no tempo. O filme teve direito a sequência, inspirou uma série animada e agora, mais de 30 anos depois, Bill e Ted ainda tentam compor a maior canção de rock de todos os tempos. Dean Parisot dirige e Alex Winter e Brigette Lundy- Paine também estão no elenco.

 

BTS, Break the Silence

Mais música, agora com a banda de K-pop sul-coreana que tem fãs em todo o mundo. O filme acompanha os garotos na turnê Love Yourself, Speak Yourself. Quem são eles, como são na intimidade? O documentário de Park Jun-soo tenta dar conta dessas questões. Foi gravado durante 351 dias de muita agitação, incluindo o show no Allianz Park, em São Paulo.

 

Fico Te Deverndo Uma Carta Sobre o Brasil

Carol Benjamin fez sua estreia no recente Festival Internacional de Documentários É Tudo Verdade. Três gerações de uma família que foi atingida pela ditadura militar instalada no Brasil.

 

Jovens Bruxas – Nova Irmandade

Em 1996, Neve Campbell, então muito popular, estrelou O Feitiço, lembram-se? Com chancela da Blumhouse, produtora especializada em terror, a história ganha sequência 24 anos depois. Quatro aspirantes a feiticeiras descobrem seus poderes. O que fazer com eles? O que fazer com as quatro? A diretora e roteirista Zoe Listere-Jones filma como se só uma garota importasse, Cailin Spaene. Nem assustador, nem divertido, o filme segue-se a outro decepcionante experimento da Blumhouse, A Ilha da Fantasia. O que está ocorrendo com a casa produtora?

 

Sem Descanso

Vidas Negras Importam – no Brasil. A história do pai baiano que procura o filho desaparecido, após uma abordagem policial. O garoto reaparece, mas sob circunstâncias bárbaras. A partir daí o diretor Bernard Attal investiga em seu documentário a violência policial contra a juventude da periferia com raízes no regime de escravidão instalado no Brasil. O Brasil foi o último país a libertar seus escravos, mas libertou mesmo? O horror, o horror.

 

Transtorno Explosivo

System Crasher – título original – ganhou o troféu Alfred Bauer na Berlinale de 2019. A história de uma garota que vira o terror das assistentes sociais. Dada pela própria mãe em adoção porque tinha medo dela -, a menina não se adapta em casas, nem instituições. Tem acessos de raiva que resultam em violência pesada. O filme da alemã Nora Fingscheidt venceu oitoo prêmios da Academia de Cinema da Alemanha, incluindo os principais, de melhor filme e direção. A menina Helenba Zengel é impressionante, você vai ver.

 

Verlust

O novo longa de Esmir Filho teve pré-estreia na Mostra. Integrantes da elite brasileira instalam-se numa praia do Uruguai. Andréa Beltrão faz a empresária da artista Marina (Lima). O título combina duas palavras – luxúria e perda. Amores, ou melhor, sexo cruzado. Perdas que podem ser dolorosas. O que representa a criatura bioluminosa que definha, lamuriando-se, na praia? Esmir sempre merece atenção.

 

Tudo o que sabemos sobre:
cinemaPetrus CariryKeanu Reeves

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.