Compre o genérico

Assistir aos filmes dos diretores mais badalados exige planejamento (para conseguir ingressos) e paciência (para enfrentar as filas). Para quem não tem nenhum dos dois, sugerimos outros com (sutis) semelhanças

23 de outubro de 2009 | 14h01

Homens e homens: Abraços Partidos fala de um escritor traumatizado que tem de relembrar o passado. Caso perca o filme de Pedro Almodóvar, tente o português Morrer como um Homem, de João Pedro Rodrigues, que tem um protagonista do universo do diretor espanhol: um transexual decadente – e em conflito.

No passado: Vencedor da Palma de Ouro em Cannes, A Fita Branca, de Michael Haneke, se passa em um vilarejo alemão, em 1913. Independência, de Raya Martin, também investiga o passado de um país: o filme é sobre uma família das Filipinas em meio à invasão americana, no início do século 20.

Do rock: Ang Lee baseou-se em uma história real para fazer Aconteceu em Woodstock, sobre um jovem dono de hotel que hospeda a turma do lendário festival. Mas você pode trocá-lo por A Todo Volume, em que The Edge, Jimmy Page e Jack White falam de suas guitarras.

Mais ginga: O ex-jogador de futebol Eric Cantona é uma alucinação que tenta ajudar o carteiro Eric Bishop a resolver seus problemas em À Procura de Eric, de Ken Loach. Fuja da fila e descubra como a japonesa Miki Kuretani vê nossa relação com o esporte em Futebol Brasileiro.

Mesmos olhos: Um pouco sumido nos últimos tempos, John Woo volta com A Batalha dos Três Reinos, que fala de uma guerra de clãs no século 3, na China. É também de lá que vem Ela, Uma Chinesa, sobre uma garota que deixa o interior em busca de uma vida mais agitada.

Ao seu gosto: O Mundo Imaginário do Dr. Parnassus é um delírio de Terry Gilliam estrelado por Heath Ledger, Johnny Depp, Jude Law e Colin Farrel. Se você prefere Rodrigo Santoro, Ewan McGregor e Jim Carrey, então vá ver I Love You Phillip Morris sem culpa.

Animados: Wes Anderson fez a animação O Fantástico Sr. Raposo, adaptação do livro infantil de Roald Dahl (com vozes de George Clooney, Meryl Streep e Bill Murray). Menos badalado, A Town Called Panic é uma comédia maluca feita com bonecos de brinquedo.

Tudo o que sabemos sobre:
mostrasp2009

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.