Comédia belga sobre eutanásia vence Festival de Cinema de Roma

"Kill Me Please", uma comédia politicamente incorreta sobre a eutanásia, recebeu na sexta-feira o principal prêmio da quinta edição do Festival de Cinema de Roma, na Itália.

REUTERS

05 de novembro de 2010 | 18h54

O filme, rodado na Bélgica pelo francês Olias Barco, acompanha um excêntrico grupo de pessoas que deseja morrer em uma clínica mantida por um médico cuja missão é organizar o "suicídio perfeito", levando em conta as necessidades e motivações de cada cliente.

As coisas começam a se complicar quando os pacientes se desentendem e os moradores do local organizam uma invasão armada. A comédia, em preto e branco, arrancou gargalhadas da plateia, apesar de tratar de um tema delicado, quase tabu.

"Em Um Mundo Melhor", da dinamarquesa Susanne Bier, recebeu os prêmios do júri e do público. O filme mostra como duas famílias comuns lidam com a violência e a vingança numa pequena cidade do litoral da Dinamarca.

Os organizadores do festival, um evento que ainda tenta encontrar sua identidade à sombra do tradicional Festival de Veneza, disseram que 118 mil ingressos foram vendidos neste ano, mais do que em 2009, e que o número de participantes credenciados também subiu.

O festival, que recebe desde grupos escolares até profissionais, acabou sendo marcado por protestos contra cortes nas verbas governamentais para a cultura, primeiro na noite de abertura, e depois da quinta-feira.

Houve também alguns problemas na organização.

Barco, diretor do filme premiado, não conseguiu chegar a Roma a tempo da entrevista coletiva que deveria conceder. E "Carlos", sobre o revolucionário venezuelano Carlos, o Chacal, teve sua exibição adiada por duas vezes devido a problemas técnicos.

Tudo o que sabemos sobre:
FILMEROMAFESTIVAL*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.