Começa nesta terça o 9º Mix Brasil

Num clima de grande euforia, começa amanhã a 9.ª edição do Mix Brasil - Festival da Diversidade Sexual. A euforia justifica-se duplamente: na semana passada, o governador Geraldo Alckmin sancionou lei na qual torna crime opreconceito em razão da orientação sexual de uma pessoa. O outro motivo é que os filmes do festival, pela primeira vez, serão exibidos também na TV, solidificando essa mostra que começou timidamente há cerca de dez anos no País. De 1.º a 30 de dezembro, a operadora DirecTV exibirá os nove filmes de destaque da jornada, além de uma programação especial com os melhores curtas-metragens no canal 669, em pay-per-view.O Mix Brasil é um sucesso inegável. No ano passado, teve 35 mil espectadores e 15 mil visitantes no festival de filmes e mostras on-line. Foram exibidos 166 filmes e vídeos de 16 países em 12 salas nas 5 capitais (São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Brasília e Recife). Este ano, os organizadores prevêem mostrar 155 filmes e vídeos de 20 países em salas de 3 capitais brasileiras e 1 estrangeira. São 40 longas-metragens inéditos e 115 curtas-metragens, além de um festival de música, exposições de fotografia e design, debates, workshops e muito agito.O festival de cinema outorga o troféu Coelho de Prata, desenhado por Duílio Ferronato. A premiação é feita no último dia do evento em São Paulo, durante uma sessão especial. Um júri especialmente convidado, votará no melhor curta nacional, que terá como prêmio uma viagem internacional e a exibição de seutrabalho, representando o Mix Brasil em diversos festivais internacionais.Mas um festival GLS não pega fogo sem festa. Na quarta-feira, o curador do festival, André Fischer, recebe seus convidados no Ultralounge (Rua da Consolação, 3.114), no projeto Cio 80´s, dirigido pela promoter Gláucia ++, com os DJS Magal, Ana Flávia e Oscar Bueno. Haverá também o primeiro after-hours da jornada, que vai das 5 às 10 horas. Agora sob o amparo da lei, a jornada da Diversidade Sexual deve decolar definitivamente. A Lei n.º 10.948, publicada pelo governador Alckmin na semana passada, prevê punição a quem discriminar "cidadão homossexual, bissexual ou transgênero" - impedir a entrada em locais públicos, intimidar, agredir ou constranger estão entre os atos proibidos.As penas variam de advertência a multas, além de suspensão da licença (em caso de funcionário público do Estado) por 30 dias. No caso de estabelecimentos públicos, poderá haver a cassação da licença para funcionamento. Os valores das multas poderão ser elevados em até 10 (dez) vezes quando for verificado que, em razão do porte do estabelecimento, resultarão inócuas. O Mix Brasil estará sendo realizado em São Paulo até o dia 23, e em Buenos Aires (de 22 a 25), Porto Alegre (26 a 29) e Brasília(29 a 3 de dezembro). Mais informações sobre a programação podem ser obtidas pelo site www.mixbrasil.com.br.9.º Mix Brasil - Festival da Diversidade Sexual - Informações: www.mixbrasil.org ou 3819-5116. Até 23/11. Centro Cultural São Paulo. Rua Vergueiro, 1.000, tel. 3277-3611 Cinearte 1. Avenida Paulista, 2.073, tel. 3285-3696 Cineclube Directv. Rua Augusta, 2.530, tel. 3085-7684 Espaço Unibanco. Rua Augusta, 1.475, tel. 288-6780 MAM. Avenida Pedro Álvares Cabral, s/n.º, portão 3 do Parque do Ibirapuera, tel. 5549-9688 MIS. Avenida Europa, 158, tel. 3062-9197 PUC. Rua Monte Alegre, 984

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.