Jose Romero / Blue Origin / AFP
Jose Romero / Blue Origin / AFP

Com William Shatner a bordo, Blue Origin volta do espaço; assista

Aos 90 anos, ator que viveu o Capitão Kirk de 'Star Trek' se torna a pessoa mais velha a viajar ao espaço

Mike Blake, Reuters

13 de outubro de 2021 | 08h22
Atualizado 13 de outubro de 2021 | 12h54

A cápsula Blue Origin com quatro passageiros a bordo, incluindo William Shatner, que interpretou o capitão Kirk na série Star Trek, pousou no oeste do Texas na quarta-feira, 13, por volta do meio-dia (horário de Brasília), após passar alguns minutos no espaço. O ator canadense se tornou, aos 90 anos, a pessoa mais velha a chegar ao espaço.

"Foi a experiência mais profunda que poderia imaginar", declarou o lendário ator, que descreveu o céu azul da Terra como uma linha tênue entre a vida e a morte. Ele disse ter ouvido um "bipe" e, então, "você está no escuro". "Estou tão emocionado com o que acabou de acontecer. É extraordinário", disse ele ao fundador da Blue Origin, Jeff Bezos, em comentários televisionados após o pouso. "Não tem nada a ver com os homenzinhos verdes", brincou.

Três meses depois que o bilionário empresário norte-americano Jeff Bezos voou para o espaço a bordo de um foguete construído por sua empresa Blue Origin, a nave decolou para levar outra tripulação inteiramente civil em um passeio suborbital de cerca de 10 minutos de duração.

Como um dos quatro passageiros selecionados para o voo, Shatner, de 90 anos, se tornou a pessoa mais velha a se aventurar no espaço. Após a decolagem, o módulo com os tripulantes retorna à Terra e, com a ajuda de seus três paraquedas, toca o solo levantando muita poeira, mas de forma segura, mas um tanto forte. 

Enquanto a equipe de resgate em terra se aproxima da nave, os integrantes do voo, como é costume, ficaram dentro dela aguardando a sinalização e a abertura da porta para saírem. Para finalizar a jornada de Shatner e seus companheiros de voo, Jeff  Bezos chegou para fazer a recepção e ele mesmo abrir a escotilha, em um momento de comemoração de todos. 

Com seu macacão azul, Shatner foi o segundo a pisar no solo, com sua calma habitual e recebido por Bezos, que brindou com champanhe ali mesmo. 

É uma honra apropriada para um ator que se tornou um pilar da cultura pop por interpretar o Capitão James T. Kirk da nave estelar Enterprise na clássica série de televisão dos anos 1960 e de sete filmes subsequentes. Shatner agora consegue viver a missão que ele descreveu durante os créditos de abertura de cada episódio da série para explorar o "espaço - a fronteira final".

Após um adiamento de 24 horas relacionado ao clima, Shatner e seus companheiros de viagem se ajustaram no foguete autônomo New Shepard de 18,3 metros de altura da Blue Origin, que decolou de uma base na cidade de Van Horn, no Texas.

"Vou ver a imensidão do espaço e o milagre extraordinário de nossa Terra e como ela é frágil em comparação com as forças em ação no universo", disse Shatner ao programa Today, da NBC, antes da viagem. "Estou emocionado e ansioso - e um pouco nervoso e um pouco assustado - com toda essa nova aventura."

O lançamento representa outro teste crucial da tecnologia da Blue Origin, enquanto a empresa compete contra rivais apoiadas por bilionários - SpaceX de Elon Musk e Virgin Galactic Holdings de Richard Branson - para atrair clientes dispostos a pagar grandes quantias de dinheiro para experimentar a emoção do voo espacial.

 

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.